sábado, 16 de maio de 2009

Trair e "coçar", é só começar!


Nos tempos em que a monogamia ainda vigora como um dos princípios que rege os relacionamentos amorosos, alguns casos orientais surpreendem por suas particularidades.

Na última semana, a bola da vez foi "enfiada" por um taiwanês. O problema é que não era o nome dele que constava na certidão de casamento de sua parceira sexual. E o problema maior ainda é que suas cenas de amor foram filmadas e documentadas naqueles DVDs pornôs (a que tantos homens recorrem em momentos de carência).

Pois é. O DVD certo nas mãos sedentas do homem errado. O marido da "atriz" assistiu em sua própria casa às cenas completas daquilo que sua amável esposa fazia com seu tão estimado amigo em um motel da cidade. Coitado. O mocinho foi tentar se divertir quebrando a rotina com uma "lasanha ao molho branco" e só o que lhe restou foi o "arroz e feijão"de todos os dias. Ou talvez tenha sido pior. Ele realmente encontrou a "lasanha ao molho branco" só que ela foi dada a seu amigo, enquanto ele era obrigado a se contentar com o "arroz e feijão" xoxo e olhe lá!

A esposa não teve nem chance de utilizar os velhos clichês "eu posso explicar" ou "não é nada disso que você está pensando". Mas poderia ter contraargumentado: "eu quis te satisfazer de todas as maneiras, meu bem...na cama e na tela..."

É...não se fazem mais traições como antigamente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui, a responsabilidade é sua.